Projetos desenvolvidos por estudantes da REE são finalistas na FEBRACE 2019

A SED, por intermédio das escolas, estudantes e professores participam com três projetos finalistas na Feira Brasileira de Ciência e Engenharia – FEBRACE 2019 

Campo Grande (MS) – A Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (FEBRACE) é realizada anualmente na Universidade de São Paulo (USP) e assume importante papel social incentivando a criatividade e a reflexão em estudantes da educação básica, através do desenvolvimento de projetos com fundamento científico, nas diferentes áreas das ciências e engenharia.

Através da feira, durante todo o ano, ações de incentivo à cultura investigativa, de inovação e empreendedorismo são desenvolvidas em nosso país. Desde 2003, a FEBRACE tem descoberto novos talentos e gerado oportunidades.

A Secretaria de Estado de Educação (SED), participará do evento que acontecerá nos dias 18 e 22 de março, em São Paulo, com três projetos finalistas:

1 – ANÁLISE DO EFEITO ALELOPÁTICO DE LEUCAENA LEUCOCEPHALA SOBRE LACTUCA SATIVA VAR. CRISPA E CECROPIA SP. – Thailenny Dantas Rezende, Vagner Cleber de Almeida (Orientador), Carlos César Gonzalez de Luna (Coorientador) – E.E. Teotônio Vilela, CAMPO GRANDE, MS – Projeto da Feira: Feira de Ciência e Tecnologia de Campo Grande – FECINTEC 2018 – Saiba mais sobre a pesquisa e curta em: https://febrace.org.br/virtual/2019/BIO/51/

2- NARIZ ELETRÔNICO: IDENTIFICADOR UNIVERSAL DE ODORES Kamila Oliveira dos Santos, Luciana Kimberly Gonzalez Cabelho, Gino Priori Neto, Wagner Antonio Farias Donev (Orientador), Richeles Alves dos Santos (Coorientador) – E.E. PRES MÉDICI, NAVIRAI, MS – Projeto da Feira: FERCITEN – Feira Regional de Ciência e Tecnologia de Naviraí – Saiba mais sobre a pesquisa e curta em: https://febrace.org.br/virtual/2019/EXA/247/-

3- O DESPERDÍCIO TEM CTRL+Z: A BUSCA PELA AÇÃO ANTIMICROBIANA DE UM DESINFETANTE DE CASCA DE LARANJA Larissa Daiane Ojeda, Thamiris Wolff Gonçalves, Smenia Aparecida da Silva Moura (Orientador), Lis Regiane Vizolli Favarin (Coorientador) – E.E. AMÉLIO DE CARVALHO BAÍS, CAMPO GRANDE, MS – Saiba mais sobre a pesquisa e curta em: https://febrace.org.br/virtual/2019/BIO/107/

A SED incentiva a participação das escolas, estudantes e professores em eventos de cunho científico que promova o protagonismo juvenil e desenvolva habilidades que permitam analisar e interpretar os fenômenos da natureza e as relações entre ciência, tecnologia e a sociedade.